Meu carrinho de compras
Carrinho Vazio
Rastrear minha compra
28/12/2022

Milk News 10 de Outubro, 2022

Uso de Luvas No Manejo de Ordenha

Mundialmente produtores que enfrentando problemas de qualidade do leite em suas fazendas. Muitas vezes, as fontes da alta contagem de células somáticas (SCC) são comuns entre as propriedades. O uso de luvas é uma prática de manejo muito simples que pode ajudar a reduzir a propagação de bactérias contagiosas e ambientais entre os quartos e entre vacas.

As luvas são uma ferramenta de prevenção muito barata para um problema de grande custo. Esta ferramenta preventiva pode ajudar a evitar que bactérias e sujeira permaneçam nas rachaduras, fendas e unhas das mãos. As luvas podem ser facilmente desinfetadas entre vacas devido à sua superfície lisa. Estudos mostraram que há 75% menos bactérias nas luvas usadas do que nas mãos nuas. O uso de luvas também reduz a propagação de bactérias contagiosas e ambientais em 50%.

As bactérias que causam mastite contagiosa em uma fazenda são difíceis de curar, causando perdas de produção, leite e dinheiro. Vacas infectadas com mastite contagiosa geralmente causam uma alta contagem de células somáticas (SCC) no tanque de expansão. Devido a isso, os produtores devem tomar todas as medidas necessárias para evitar a propagação de bactérias para outros animais do rebanho ou entre os quartos do úbere. As bactérias viajam de quarto em quarto através do leite, em suas mãos ou dentre as unidades de ordenha. Para limitar a propagação da mastite contagiosa, práticas de ordenha, como ordenha de animais infectados por último, desinfetante de teto pós-ordenha, tratamento universal de vacas secas e uso de 

luvas, devem ser implementadas nas propriedades.

No mercado de leite de hoje, as luvas são necessárias para alcançar o maior prêmio disponível para a propriedade. Deve ser escrito em seus procedimentos operacionais padrão e exigido que eles sejam usados por todos os funcionários. Ao escolher uma luva certifique-se de que ela se ajuste às mãos do funcionário suavemente como a pele. Luvas vêm em vários tamanhos e cores. Pode ser necessário comprar uma variedade para encontrar o que funciona na fazenda. Luvas muito grandes geralmente rasgam facilmente e ficam presas nas instalações devido ao vácuo. As luvas devem ser desinfetadas regularmente durante a ordenha com solução desinfetante. As luvas usadas devem ser descartadas; a reutilização de luvas as torna quebradiças, causando rasgos frequentes e aumento do risco de contaminação do úbere.

Usar luvas é uma maneira barata de ajudar a reduzir a CCS geral do rebanho sem um grande investimento. Há demora para que os funcionários se acostumem com a forma como se sentem, mas vale a pena o tempo e esforço a longo prazo.

Fonte original: Uso de Luvas No Manejo de Ordenha, de Amber Yutzy.

Traduzido e adaptado por: Lucas Carnio de Siqueira Branco: Graduando em Medicina Veterinária, Estagiário do Departamento de Serviços CRV.

 

2. Cursos CRV e CTA Bravo

 

Com a tradição e experiência da CRV Brazil em parceria como o CTA Bravo, trazemos a vocês a agenda de cursos do segundo semestre de 2022.

Nos links abaixo encontram-se as descrições de cada curso e o link para inscrição:

 

➡️Inseminação artificial: https://loja.crvbrasil.com.br/cursos/inseminacao-artificial-em-bovinos/curso-de-inseminacao-artificial-em-bovinos

➡️ Melhoramento genético: https://loja.crvbrasil.com.br/cursos/nutricao-de-bovinos-de-corte/curso-de-melhoramento-genetico-animal-rebanho-de-corte-presencial

➡️ Nutrição em bovinos de corte: https://loja.crvbrasil.com.br/cursos/aspiracao-folicular-em-bovinos/curso-de-nutricao-de-bovinos-de-corte-presencial

 

 

O local tem instalações incríveis e profissionais altamente capacitados que proporcionam um treinamento de excelência para você nosso cliente e suas equipes.

  • No valor de cada curso estão inclusos: Material didático, material para prática, certificado, almoços e translado do Centro de Salto de Pirapora até o CTA Bravo.

3. Touros Bateria CRV

 

A CRV busca cada vez mais garantir a melhor genética ao pecuarista, por isso, procura sempre por novidades para sua bateria de reprodutores. Na edição desta semana, o destaque de touros fica por conta dos reprodutores KADIR FIV DA SALOBO, KAREL FIV DA SALOBO, DE LEENHORST E PROFIT e DOUBLE W RODEO que você confere a seguir:

 

KADIR FIV DA SALOBO   

Touro provado com de PTA leite de 261Kg que transmite maior produção de leite com filhas produzindo 261 kg a mais de leite por lactação.

 

KAREL FIV DA SALOBO   

Touro provado de PTA Leite de 592Kg com filhas  com maior produção de leite com 592 Kg de leite a mais por lactação.

DE LEENHORST E PROFIT

  Touro de linhagem MAGISTER X DANNO, E-Profit é um touro recomendado para sistemas intensivos. Transmite eficiência,elite para produção de sólidos, redução de custos alimentares e peso vivo. Transmite também saúde e adaptabilidade com redução de CCS, fertilidade e úberes saudáveis além de conformação equilibrada e estatura mediana.

 

DOUBLE W RODEO

  Touro de linhagem REGARD X SNOWFEVER, Rodeo é recomendado para sistemas semi-intensivos. Touro que transmite à progênie eficiência reduzindo custos alimentares e sólidos positivos. Trnasmite também saúde e adaptabilidade com filhas com produção estável durante a lactação, redução de CCS com conformação equilibrada e muita força.

 

AGENDA:

 

24/10 a 27/10 Curso IA

26/11 e 27/11 Curso Melhoramento

28/11 a 01/12 Curso IA

03/12 e 04/12 Curso Nutrição

05/12 a 09/12 Curso Intensivo de Reprodução

12/12 a 14/12 Curso de Ultrassonografia

15/12 a 17/12 Curso de Manejo de Pastagem

19/12 a 22/12 Curso de IA