Meu carrinho de compras
Carrinho Vazio
Rastrear minha compra
21/09/2022

Vet News 12 de Setembro, 2022

Vet News 12 de Setembro, 2022

 

1. Morre pecuarista que mudou a história do Nelore no Brasil

Um dos pioneiros da pecuária brasileira, o pecuarista Paulo Lutterbach Lemgruber morreu aos 89 anos, na segunda-feira (6), por complicações cardíacas, no Hospital de Nova Friburgo (RJ).

Lemgruber desenvolveu intenso trabalho de melhoria genética do Nelore, o gado indiano trazido ao país pelo seu avô, o imigrante suiço Manoel Ubelhart Lemgruber.

O Nelore é considerado a raça símbolo da pecuária brasileira, a segunda maior do mundo em produção de carne, com 10 milhões de toneladas anuais de carcaça – atrás apenas dos Estados Unidos – e a primeira em volume de exportação, com 2,5 milhões de toneladas por ano.

A história da chegada desse bovino indiano ao Brasil é um dos episódios marcantes da pecuária mundial. Em 1878, Manoel Lemgruber ficou admirado com as características de um touro e um bezerro presos em uma jaula, em um zoológico da Alemanha, e decidiu trazê-los para o Brasil. Como o tratador indiano dos bovinos se recusava a deixá-los sozinhos, pois são animais sagrados em seu país, ele foi trazido para o Brasil.

A família havia migrado para em 1819 para o cultivo do café e, décadas mais tarde, com o declínio da cultura cafeeira, passou a criar gado. Manoel morreu em julho de 1921, mas os descendentes continuaram o aperfeiçoamento da raça.

Os bovinos criados pela família Lemgruber nunca foram cruzados com outros animais fora do rebanho formado na fazenda do Carmo e o gado passou a ser conhecido como 

Nelore Lemgruber. Dali a genética se espalhou para o país. Os animais de corte são conhecidos pelo bom rendimento da carcaça e as matrizes leiteiras por criarem bem seus bezerros.

Os Lemgruber conseguiram tornar mais dócil uma raça conhecida por ser “nervosa”. Paulo formou outra fazenda, a Santa Clara, em Mucuri (BA). Com sua morte, a filha Cláudia, que já está à frente das propriedades, deve manter os criatórios.

 

Diante desta irreparável perda, a CRV envia nossas condolências e nossos pêsames a todos os familiares, amigos e colegas deste grande nome para a pecuária brasileira.


Matéria completa em:

https://www.canalrural.com.br/noticias/pecuaria/morre-pecuarista-que-mudou-a-historia-do-nelore-no-brasil/

 

2. Novidades CRV

A CRV busca cada vez mais garantir a melhor genética ao pecuarista, por isso, procura sempre por novidades para sua bateria de reprodutores. Na edição desta semana, o destaque de touros disponibilizados no IFert fica por conta dos reprodutores, FELÍCIO, DIRECTION e E-DUKE que você confere a seguir:

 

FELÍCIO

Touro de linhagem ILHA DE SAINT CROIX, Felício é indicado para sistemas semi-extensivos. Touro Classificado como Elite para Ganho de Peso e AOL na Prova do CP Origens 2021. Obteve o 2º melhor perímetro escrotal e o 3º melhor peso e ganho de peso médio diário na prova. Excelente avaliação pelo Geneplus, destaque para ganho de peso ao sobreano, 

ganho pós desmama e conformação frigorífica. Indicado para produzir animais precoces, com carcaça frigorífica e pesados na desmama.

 

DIRECTION

Touro de linhagem americana e argentina, Direction é indicado para sistemas semi-intensivos. Indicado para novilhas por ter DEP para peso ao nascer negativo. Suas filhas são leiteiras e ótimas mães. Menor tempo de recria pelo elevado ganho de peso no pós desmame. Elevado retorno financeiro pela qualidade de carcaça.

 

 

E-DUKE

Touro de linhagem brasileira, E-duke é indicado para sistemas semi-extensivos. E-Duke é um dos principais touros da raça Canchim. Touro consagrado da bateria da CRV. Indicado para quem busca peso elevado na desmama e sobreano. Ideal para fazer tricross, produzindo animais de elevado rendimento de carcaça e muito pesados. Touro de fenótipo moderno, avaliação excepcional que o credencia para uso em rebanhos puros.

 

3. Conteúdo Técnico

 

Estratégia de protocolo hormonal baseado na antecipação de PGF2α para melhorar a eficiência reprodutiva em vacas leiteiras submetidas a transferência de embriões em tempo fixo

 

Atualmente, o Brasil possui o segundo maior rebanho bovino efetivo do mundo. A bovinocultura leiteira é uma atividade social e economicamente muito importante em todo o mundo, principalmente devido ao aumento do interesse por leite e derivados. Para uma produção de leite eficiente, é necessário um controle sanitário rigoroso, assim como o monitoramento reprodutivo dos animais.

Nos últimos anos, o uso de biotecnologias reprodutivas em bovinos tem melhorado significativamente o potencial reprodutivo dessa espécie. Dentre essas biotecnologias, merece destaque a produção in vitro (PIVE) seguida da transferência de embriões em tempo fixo (TETF), que vem sendo constantemente estudada e com resultados progressivos ao longo dos anos. 

Tendo em vista que a TETF tem uma grande importância na disseminação de animais de elevado valor zootécnico em vacas leiteiras, experimentos que busquem uma melhoria nas taxas de concepção de vacas receptoras de embrião seriam de grande valia, uma vez que levaria, inclusive, a um aumento na produção de leite e derivados.

Para maior praticidade e eficiência nos protocolos de TETF, é necessário o uso de protocolos hormonais nas fêmeas receptoras de embriões, que permitam a sincronização dos animais. Em bovinos, vários protocolos de sincronização hormonal em vacas receptoras foram desenvolvidos na tentativa de melhorar as taxas de concepção após a transferência de embriões oriundos de fertilização in vitro (FIV). A maioria dos protocolos atuais para TETF em vacas receptoras de embriões são baseados em dispositivo de progesterona, associado a aplicações de gonadotrofina coriônica equina (eCG), prostaglandina aF2α (PGF2α), estradiol e análogos do hormônio liberador de gonadotrofina (GnRH). Nestes protocolos hormonais, a PGF2α é utilizada quando o dispositivo de progesterona é removido.

Tendo em vista que aqueles protocolos que utilizam PGF2α na remoção do dispositivo de progesterona ainda não alcançaram resultados satisfatórios, o estudo conduzido por Medeiros et al. (2021) testou a hipótese de que a aplicação de PGF2α 48h antes da remoção do dispositivo de progesterona melhora a eficiência dos protocolos TETF em vacas leiteiras por permitir um melhor desempenho do eCG e do cipionato estradiol que também são utilizados no protocolo. O protocolo utilizado está representado no esquema abaixo:

 

 

 

Os resultados se encontram na tabela a seguir:

 

Os autores concluem que para TETF em vacas leiteiras, aconselha-se a utilização do MMSINCRO baseado na antecipação da PGF2α, que foi capaz de aumentar a taxa de concepção em vacas de leite proporcionando uma melhora na eficiência reprodutiva de bovinos leiteiros, e consequentemente, em uma maior produção de leite e derivados nas fazendas de vacas leiteiras, visando um aumento no perfil econômico do país.

Fonte original: MEDEIROS, M.N.; CÂMARA, F.V.; SOUZA, G.B.; MEDEIROS, A.L.; MAGALHÃES-PADILHA, D.M. 2021. Estratégia de protocolo hormonal baseado na antecipação de PGF2α para melhorar a eficiência reprodutiva em vacas leiteiras submetidas a transferência de embriões em tempo fixo (TETF). Research, Society and Development, v. 10, n. 6, e10510615382, 2021.

 

Adaptado por: Lucas Carnio de Siqueira Branco: Graduando em Medicina Veterinária, Estagiário do Departamento de Serviços CRV.

 

4. Cursos CRV e CTA Bravo

 

 

Com a tradição e experiência da CRV Brazil em parceria como o CTA Bravo, trazemos a vocês a agenda de cursos do segundo semestre de 2022. Nos links abaixo encontram-se as descrições de cada curso e o link para inscrição:

 

➡️Inseminação artificial: https://crv4all.com.br/pt/service/curso-insemina%C3%A7%C3%A3o-artificial

 

➡️ Melhoramento genético: https://crv4all.com.br/pt/service/curso-melhoramento-gen%C3%A9tico

 

➡️ Nutrição em bovinos de corte: https://crv4all.com.br/pt/service/nutricao-bovinos-corte

 

➡️ Intensivão - IA + IATF + US: https://crv4all.com.br/pt/service/curso-intensivo-reproducao

 

➡️ Ultrassom: https://crv4all.com.br/pt/service/ultrassonografia-reprodutiva

 

➡️ Manejo de pastagem: https://crv4all.com.br/pt/service/manejo-de-pastagem

 

O local tem instalações incríveis e profissionais altamente capacitados que proporcionam um treinamento de excelência para você nosso cliente e suas equipes.

No valor de cada curso estão inclusos: Material didático, material para prática, certificado, almoços e translado do Centro de Salto de Pirapora até o CTA Bravo.

AGENDA:

 

24/10 a 27/10 Curso IA

26/11 e 27/11 Curso Melhoramento

28/11 a 01/12 Curso IA

03/12 e 04/12 Curso Nutrição

05/12 a 09/12 Curso Intensivo de Reprodução

12/12 a 14/12 Curso de Ultrassonografia

15/12 a 17/12 Curso de Manejo de Pastagem

19/12 a 22/12 Curso de IA